SAÚDE

Suspeitas de varíola dos macacos em Santa Catarina são descartadas

Informação foi confirmada na segunda-feira (13) pela Secretaria de Estado da Saúde

Foto: Cynthia Goldsmith/ Agência Brasil

A Secretaria de Estado da Saúde descartou os dois casos suspeitos de Monkeypox envolvendo residentes de Santa Catarina. Tratavam-se de uma mulher de 27 anos, de Dionísio Cerqueira e um homem de 28 anos, residente em Blumenau.

Ambos os casos tiveram amostras laboratoriais coletadas e encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN/SC) para realização de exames para diagnóstico diferencial. Após a análise em Santa Catarina, as informações foram encaminhadas ao laboratório de referência para o diagnóstico da doença, o Instituto Adolfo Lutz/SP (IAL - SP), onde foram identificados apenas a presença do vírus causador da varicela (catapora), descartando-se assim a suspeita inicial para Monkeypox.

A Secretaria informou ainda que, diante dos casos suspeitos, foram adotadas imediatamente medidas de vigilância, prevenção e controle por parte das Secretarias Municipais de Saúde. Com o descarte, nenhum caso suspeito de Monkeypox segue em acompanhamento em Santa Catarina.


logo_rodape.png

Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 902 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 |
(48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br