ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
Zuquelo.png

Fatos importantes

A semana em curso registra fatos importantes na política do País. A iniciar pela aprovação da Reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, o que autoriza a tramitação do Projeto até sua votação pelo plenário daquela Casa Legislativa. Conquanto, a aprovação na referida Comissão, o Governo já sentiu as dificuldades que se apresentarão para que a proposta tenha êxito na Câmara e, também, no Senado, referindo o presidente da Câmara à falta de articulação do Governo, que necessitará empenhar-se para cooptação de parlamentares e evitar desgastes com o Legislativo. 

Também foi publicado nestes dias, o resultado da pesquisa de avaliação do Governo Bolsonaro, realizada pelo Ibope, a pedido da Confederação Nacional da Indústria. Segundo a pesquisa, o Governo é considerado bom ou ótimo para 35%; e ruim ou péssimo para 27%; e regular para 31% dos entrevistados. 

A avaliação do atual Governo, em seu início, é a pior dos últimos presidentes, sendo que Fernando Collor registrou 45%; Fernando Henrique Cardoso 41%; Lula 51% e Dilma Roussef 56% de aprovação, no período inicial de Governo. 

Essa aprovação tida como baixa cria alerta para o Presidente e sua  equipe, tendo em vista o natural desgaste que ocorre ao longo do Governo. Necessária se faz a legitimidade, não só pelas urnas, como, também, pela aprovação popular, para preservar- se o Governo de crises políticas. Ainda aconteceu nesta semana o julgamento do recurso do ex- Presidente Lula contra a condenação criminal recebida, sendo seu recurso parcialmente provido pelo Superior Tribunal de Justiça, que reduziu a condenação de 12 anos e um mês para oito anos 10 meses e 20 dias de reclusão.

A defesa postulava a absolvição. Com essa redução, ficam mais próximos os benefícios concedidos pela Lei de Execução Penal, especialmente a progressão para o regime semiaberto. O que, entretanto, é de maior importância para a população é o crescimento econômico e o nível de emprego que precisam de reação positiva. Muito se fala que a melhora dos indicadores da economia depende da Reforma da Previdência, sem que se saiba se essa relação existe mesmo, e seu alcance. A esperança prossegue de que, para breve, haja sinais claros de retomada do crescimento, com entusiasmo geral para novos empreendimentos.

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711