ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  

Entre o femismo e o feminismo


(Imagem: Divulgação) /

Certamente você, leitor, já ouviu falar sobre Feminismo. Quando se pensa em papel da mulher na sociedade contemporânea, é sempre previsível essa palavra. Mas afinal o que é feminismo?

O conjunto de ações e movimentos sociais, políticos, filosofias e ideologias que objetivam discutir e empoderar as mulheres, bem como libertá-las de padrões e amarras patriarcais baseados em superioridade masculina. O feminismo é hoje um movimento necessário à vida cosmopolita e contemporânea. Historicamente a mulher sofreu e sofre discriminação pelo fato de ser mulher. É ainda sério o problema da violência que as mulheres sofrem muitas vezes em sua própria casa.

Deixar de depender do pai e do marido, conseguir a sua independência e, acima de tudo, gostar de ser mulher e exercer os seus direitos empoderando-se da sua condição é entender-se como capaz e única... Como toda mulher o é...

Existe também o Femismo que é o contrário de machismo. Assim como o machismo considera a mulher inferior ao homem, o femismo considera o homem inferior à mulher. A criação desse vocábulo foi uma forma das feministas denominar àquelas que tinham preconceitos acerca do sexo masculino.

Em tempos de igualdade, equidade, oportunidades e lutas por direitos, a mulher hoje tem o compromisso de colocar-se diante da sociedade como aquela que conquista o que deseja. É claro que as lutas ainda serão constantes e que é necessário sermos feministas (todos nós, homens e mulheres) a fim de tentarmos eliminar as injustiças e empoderarmos as meninas que vem por aí.

A Armadilha não é da língua hoje... A armadilha é da sociedade femista..

Queiramos a feminista...Sem armadilhas, mas com lutas e conquistas!


Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711