ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
Murilo.png

Não espere ser procurado


(Foto: Kalyane Alves) /

O fato é que, mesmo sendo este humilde escriba público um tanto avesso às tais ONGs, aquelas que são fundadas, adredemente, exatamente com o fito de mamar verba pública, não podemos ficar indiferentes áquelas entidades meritórias e de alcance comunitário. Dentre outras, desejo prender-me a PATINHAS DO BEM.

Ah pois, a entidade, protetora dos animais, com foco especial em cães e gatos, sobrevive com dificuldades imensas, carências e, principalmente a carência de recursos para a manutenção de suas atividades. Inegavelmente esta entidade nos presta os mais relevantes serviços, dando amparo e acolhimento a cães abandonados, pois cão sem dono é apenas figura de linguagem, licença literária.

Em uma intervenção digna dos maiores encômios, quando a questão dos cães vadios assumia proporções de alarme, quase epidemia, a Patinhas assumiu papel de liderança e com o apoio do Poder Público fez um trabalho de castração dos cachorros. Outras organizações também as fizeram, antes e depois.

O que vale lembrar é que a campanha em referência não teve custos financeiros individuais para ninguém. Claro que não resolveu o problema em si, mas já lançou impeditivos à proliferação desordenada destes animais, pois os tais estão pouco se lixando para nós e, por quem são, não podem refrear os instintos de procriação de que a mãe natureza lhes dotou. Mas onde vamos agora? Pois é exatamente este o ponto.

A PATINHAS DO BEM vem de lançar campanha tipo ação entre amigos para arrecadar algum fundo. Este artiguete tem o exatamente a finalidade de apoiar e estimular. Convocamos a todos, a começar pelos meus ilustres e (im)pacientes leitores para que se unam, busquem a tal ação entre amigos e permitam que a Patinhas continue com seu meritório trabalho. Mão nas carteiras, talões de cheques e cartões e rostos alegres pela oportunidade de contribuir com algo que nos serve a todos 

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711