ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  

Eco... o quê


(Foto: Sulisia Westphal)/

Muito interessante e motivador quando conseguimos diálogos com gerações diferentes. Refiro-me a bate-papos entre avós e netos, entre professores e crianças curiosas. Em uma destas oportunidades recentes veio a pergunta:

_ Vó Su, o que é eco? Nosso tema de curiosidades nasceu a partir de comparações detalhistas sobre "nossos" eco copos. O meu é assim... O seu veio com cordinha... O dela... Ele ainda não tem... Como estávamos com outras crianças lancei a pergunta para todos. E as respostas foram variadas... Trouxeram exemplo a partir de seus conhecimentos e vivências... Complementei falando da importância de deixarmos um Planeta bem cuidado para quando eles crescessem e tivessem seus filhos, seus netos... Quanta responsabilidade. Quanta reflexão.

Não pude deixar de contar que na minha infância costumávamos brincar de gritar bem alto para ouvir nosso som ecoando entre os morros... Como vivenciar isto novamente? Será que as crianças atuais também se encantariam com uma atividade tão simples junto à natureza?

Nossas reflexões foram muito interessantes: canudos, papéis, reflorestamento e os lápis utilizados, os cuidados com a água, a energia... A faixa etária era de sete a dez anos.

(Foto: Sulisia Westphal) /

Mal sabia que horas depois, ao realizar minha caminhada privilegiada no verão de junho, à beira mar de Jurerê, encontraria uma enorme tartaruga sem vida. As palavras de horas atrás ainda pipocavam em minha mente. O que é ECO? Ali, diante de meus olhos estava mais um "eco" revoltante de falta de educação, de desrespeito de ausência de corresponsabilidade à natureza, à vida, ao nosso PLANETA. "Vida marinha não é descartável!" Os olhos esbugalhados da enorme tartaruga permaneciam gritando para todos os adultos que impactados paravam para acreditar no que viam.

Minha esperança é que as novas gerações se tiverem tempo, possam ser colaboradores e super cuidadores de "SUA CASA," reconstruindo, renovando, reinventando novas formas de viver e de cuidar deste incrível patrimônio.

Meu ECO durante a caminhada reflexiva foi avisar sobre a "visitante" às famílias que estavam na praia com suas crianças. Pois talvez, diferente do que assistir estas indesejáveis cenas pela TV seja assistir ao vivo e assim, criar novos ECO habitantes.

E para você, o que é ECO?

(Foto: Sulisia Westphal) /



Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711