ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  

Sapatilhas


Julho. Santa Catarina. As sapatilhas em evidência. Mais um festival de dança reunindo muitos bailarinos. Muitos espetáculos, concursos, revelações, premiações, apresentações em vários espaços da nossa querida Joinville... E porque não, enfatizar no Mega Evento, culturalmente esperado para esta época do ano, atraindo a imensa multidão, as sapatilhas, que devem estar entre um dos produtos mais consumidos aperfeiçoando, dando maior equilíbrio e proporcionando vôos surpreendentes em cada passo.

Mas as sapatilhas que também surpreenderam neste inverno místico entre calor e frio foram as sapatilhas de lã para aquecer os pés. Na verdade, como a maioria dos itens elas também evoluíram. Pois até algum tempo atrás eram conhecidos como os sapatinhos, as meias ou as botinhas de lã de tricô ou de crochê.

Lá se foram décadas. Recordo com nitidez a alegria e o prazer com que a minha avó materna, a Oma Lutci, confeccionava cada par. Eram muito esmero todos da família eram presenteados. O carinho que tínhamos com este gesto, os cuidados para com cada par recebido, mais a qualidade da lã, a perfeição do trabalho fizeram com eu mantenho um par deles até hoje.

Aliás, não só mantenho um par em bom estado, bem como um bastante gasto com o intuito de copiar os modelos e reproduzir o gesto presenteando a família.

Curiosamente nada disto estaria em alta neste momento de minha vida, se não fosse um presente muito especial que minha mãe recebeu de uma amiga querida. Não era data especial. Foi presenteada com um lindo sapatinho de lã porque é muito admirada por ela. O gesto da amiga Erica foi algo que me tocou. Fiquei pensando e lanço a pergunta para você:

- QUANDO VOCÊ PRESENTEOU ALGUÉM SEM SER DATA COMEMORATIVA E FALOU PARA A PESSOA QUE GOSTA MUITO DELA? - Sem interesse, mas por amizade. Minha mãe aos oitenta e cinco anos é alguém que me surpreende cada vez mais. Continuo aprendendo muito com ela. Principalmente neste mês de julho, que entre muitos exames e consultas médicas estando em sua ex-cidade, Florianópolis, conseguiu estar em todos os grupos que já fez parte. Dá gosto de ver a reação dos amigos ao reencontrá-la.

Mas, àquele par de sapatinhos azul mesclado que minha mãe ganhou de presente deu um click, um start para relaxar nestas curtas férias. Pesquisei várias receitas de tricô e assisti muitos vídeos para encontrar o segredo de como é confeccionado. Também encontrei e reproduzi as sapatilhas. Foi e está sendo com prazer que segui os passos de minha Avó e encontrei uma atividade relaxante e prazerosa. Muitas sapatilhas e sapatos de lã estão sendo produzidos. A família está sendo presenteada.

E a pergunta me acompanha: - Para quem será que presentearei uma sapatilha e poderei dizer:

O PRESENTE É PORQUE GOSTO MUITO DE VOCÊ!

Tem interesse nas receitas?


Confira: 

Sapatilha que parece uma bolsinha:



- Veja como fazer o Sapatinho





Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711