37 anos.png
37 anos.png
  
OPINIÃO

O Psicomotricista na Pandemia

A comunicação tem sido algo fantástico, pois nos permite a distância acompanhar nossos estudantes.

Por Sulisia Westphal


(Foto: Arqui Pessoal) /

Quem já me conhece sabe que faz alguns anos que estou envolvida na Educação Especial, mais precisamente como Professora de Sala Multimeios. Sabe também, que como profissional comprometida que ama o que faz, mergulho nesse universo buscando fazer sempre o melhor, da forma mais criativa possível. 

Assim, posso dizer que como um imã, minha intencionalidade atrai pessoas, parcerias incríveis das quais muito me orgulho. Pois na Educação Especial, como em muitas outra áreas, só conseguimos resultados quando obtivemos um trabalho colaborativo.

Em tempos de educação remota os desafios se ampliam. A comunicação tem sido algo fantástico, pois nos permite a distância acompanhar "nossos estudantes".

Foi assim que tive a oportunidade de conhecer através de um dos meus estudantes, Roberto Xavier, o psicomotricista Daniel Rodrigues. Um jovem e criativo profissional com dezoito anos de experiência com natação e com trabalho voltado a pessoas com deficiência e foco em autismo. Pude conhecer

Roberto além do autismo, tem diabetes tipo 1 e apraxia, e uma família bastante comprometida quanto ao seu desenvolvimento. Assim, as restrições da pandemia o afetam em grande intensidade, como vem afetando a todas as crianças de maneira geral. Poder participar destas atividades, sem dúvida é um privilégio para quem mora em Florianópolis, Canasvieiras.

Senti-me impulsionada a compartilhar porque acredito que muitas famílias devem conhecer profissionais bastante competentes em suas especificidades. Mas para muitas este profissional ainda é desconhecido.


Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711