37 anos.png
37 anos.png
  
OPINIÃO

Silos de afetividade

Quais são seus últimos pensamentos antes de adormecer?

Por Sulísia Westphal Román


(Foto: Divulgação) /

Em anos passados, em nossas viagens pelo Estado, o crescimento dos silos foi algo curioso que chamava a atenção por destoar da natureza. De repente, no meio de uma grande área verde uma construção arredondada brilhante. Em seguida, passaram a ser sinônimos de progresso. Onde havia silos, havia produção significativa capaz de gerar armazenamentos e conservação de grãos secos, sementes, cereais e /ou forragens verdes. 

Em tempo presente, em nossas viagens imaginativas desejamos propagar silos de afetos. Muitas pessoas de várias faixas etárias, incluindo crianças, sentem tão profundamente o distanciamento e a falta de afeto presencial de seus queridos, que profissionais de várias áreas da saúde recorrem a símbolos e estratégias que amenizem tal quadro.

Recentemente, por várias coincidências favoráveis, pude conviver com duas de minhas netas por uma semana sem a preocupação do Covid. Só não houve maior encantamento por não estarem comigo todos os netos, o que sempre costumávamos fazer. Mas quando o tempo acabou, o que coincidiu com a semana de recesso escolar, o vazio, a sensação de tristeza ousou intervir. Mas o hábito de policiar o tipo de sentimentos, mais a minha fé, "me salvou".

Precisamos mais do que antes estar de prontidão para nossos "silos com armazenamentos de afeto": Precisamos focar e valorizar nossos bons pensamentos, as boas recordações, as boas atitudes, as boas horas de sono, os elogios, as mensagens, os telefonemas, os contentamentos, os momentos de gratidão...

Facilmente podemos nos flagrar julgando, apontando ou até mesmo pensando e sendo absorvidos por pequenos fatos não bons que podem ser potencializados em se transformar em bloqueios quase irreversíveis.

Você! O que vem ocupando a sua mente?

Os relacionamentos estão sendo testados de todas as formas.

Você! Quais são seus últimos pensamentos antes de adormecer?

Pense bem! O que agradeceu hoje? Ou, quem agradeceu?

Que tal fazer uma lista dos seus familiares e encontrar pelo menos uma característica positiva para cada um? Depois de concluída envie para o grupo da família. Com certeza os elogios vão se multiplicar.

Elogios podem fazer parte do seu silo de afetos. Bons armazenamentos.


Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711