37 anos.png
37 anos.png
  
OPINIÃO

Caminhando e lendo

'Entre os benefícios da leitura está a concentração, a melhoria de capacitação profissional e pessoal'

Por Sulísia Westphal Román


(Foto: Angel Hernandez/Anher/Pixabay)//

Caminhar na praia está entre uma das minhas atividades favoritas. Além de apreciar a paisagem, deliciar-se com o som das ondas, contemplar as pessoas, o uso das máscaras, podemos encontrar situações inusitadas. 

Neste final de semana encontrei um adulto aparentando cerca de quarenta anos, caminhando na praia e lendo um livro impresso.

Reparei na habilidade apresentada em desviar das pessoas e, ao mesmo tempo, não ter o calçado invadido pelas ondas.

Divaguei tentando compreender que motivos levaram àquela cena. Até porque frequentemente supomos encontrar pessoas ouvindo livros enquanto caminham. Algo comum. Mas um livro impresso?

Seria timidez para não encarar as pessoas "mascaradas", ou o fato de olhar para baixo teria menos possibilidades de ser contemplado pelo vírus não grato? Ou precisava da atividade física e da leitura simultânea passa inteirar-se de uma parte interessante? Ou, simplesmente um viciado em leitura.

Lembrei de minha neta adolescente, Isadora, que consome livros digitais pelo Amazon Kindle e assim, passa seu tempo disponível lendo com muito afinco. Tem momentos que chora e que ri e com simples toque em tela sensível e Wi-Fi e precisamos que compartilhe das emoções.

Foi muito interessante os dados que encontrei na busca por uma imagem de uma pessoa lendo e caminhando na praia. Foi difícil. Os dados que encontrei merecem compartilhamentos. Fotografia por Angel Hernandez (Anher/Pixabay).

Quantos livros, inteiro ou em partes você já leu nos últimos três meses?

Nenhum? Então, não é considerado um leitor. No Brasil, 44% não leem e 30% nunca comprou um livro. No entanto, pode ter acessado a livros. Percebo concretamente o quanto uma Escola Pública pode fazer para mudar esse cenário encantando para a leitura, oferecendo e oportunizando leitura e leitores de qualidade. Entre eles, entrevistando autores e planejando interdisciplinarmente os conteúdos para enriquecer o acesso à obra escolhida mesmo em tempos de pandemia/educação remota.

Você aplaude ou critica o caminhante leitor encontrado na beira do mar?

Motivação:

Entre os benefícios da leitura está a concentração, a melhoria de capacitação profissional e pessoal. Vamos impulsionar criativamente a leitura em casa.

Bônus 

Em uma pesquisa IBOPE 2016, abordando Retrato de Leitura no Brasil, realizada pelo Instituto Pró-Livro, constatou-se que quanto menor a renda, menos condições sociais. Por outro lado,

É importante lembrar que essa associação de riqueza cultural com a leitura não está necessariamente conectada a riqueza econômica. Algumas das maiores economias do mundo não são as que possuem o maior número de leitores. Segundo o World Culture Score Index (Índice de Cultura Mundial), com dados colhidos em 2011, a Índia é o país com a maior média de leitura do mundo, estipulando 10h42min de leitura por semana. O Brasil tem metade desse percentual, com 5h12min de leitura semanais; 30min a menos do que os EUA e 1h06min a mais do que o Japão.

Boa semana.


Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711