ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
CarlosHomem.jpg

Beber

Carlos Homem


(Foto: Divulgação) /

Gostar ou não de alguma coisa é do livre arbítrio de cada um. Acho uma malvadeza ímpar das pessoas que não gostam de cachorro. Tem gente, é difícil de acreditar, que não gosta nem mesmo de criança. Há também uma quantidade espantosa de gente que não gosta de trabalhar. Quanto a isso até tenho alguma simpatia. Ficar sem fazer nada, quando se pode, é muito bom. O corpo humano não foi projetado para trabalhar.

O trabalho é um sacrifício imposto pela ambição, e também punição pelo pecado original! O Adão era chegado, e por tal razão nos condenou. Mas é curioso como as pessoas que gostam de beber enchem o saco daquelas que não gostam. Querem solidariedade na burrice! Ninguém respeita o meu direito de tomar soda limonada. Ou água mineral. Ficam zoando! Um cristão que não queira, numa reunião social qualquer, beber cerveja, vodka, ou uísque junto com os outros, é vítima de bulling.

Daí a gente tem que arrumar desculpas. Ou porque está tomando antibióticos, ou porque vai fazer exame de sangue amanhã, ou porque fez uma promessa, ou porque a religião não permite. Haja justificativas ainda que esfarrapadas! O melhor seria mesmo dizer a todos que vão pra pqp! Não quero beber! Pronto! Daí, porque estamos festejando o natal temos que engolir álcool? No último dia do ano também? Aniversário, despedida de solteiro, festa de casamento, baile, carnaval, vitória do time, pra esquentar, pra criar coragem?

Parem com isso! Respeitem minha água tônica! Cada um bebe o que quer, até mesmo suco de babosa batido com limão. Eka! Se existem estróinas que se sujeitam a ficar de pé num boteco imundo durante horas lambendo um copo de pinga é problema deles. Pinga? Que o espírito do monge João Maria nos livre disso! Essa bebida pode até servir para curar bicho-de-pé, mas na barriga da gente ferve como um vulcão cozinhando os miúdos todos! Beber deixa feliz? Quem disse que ser feliz é o que a maioria acha que é? Justificam alguns que a bebida lhes dá conforto de uma desilusão qualquer. Pode ser. Cada um que lide com seus próprios demônios. Entre as paredes do meu tédio, porém, busco a razão na minha soda limonada!

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711