ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
OPINIÃO

A quaresma e sua mensagem de esperança

10 Março 2019 10:25:00


(Foto: Divulgação) /

* Por Tereza C. de Souza - Professora aposentada 

Com a Quarta-Feira de Cinzas, no último dia 6, entra no tempo litúrgico da Quaresma. Este é um período adequado à conversão e intensa conscientização através da Campanha da Fraternidade. Antigamente, neste tempo, os catecúmenos (adultos na catequese) se preparavam para receber o batismo na noite de Páscoa. 

Nós entramos na Quaresma, onde a liturgia nos convida a renovar e reavivar em nosso coração o desejo de pronunciarmos de novo as promessas de nosso batismo durante a vigília pascal. A razão de ser deste tempo de orações, sacrifícios de penitência, jejuns, provações, está em que o homem, para manter sempre sua opção por Deus, por sua vontade, deve afastar-se um pouco das coisas mundanas e com isso criar condições de poder entrar em mais profunda comunhão com o Espírito de Deus. 

Cristo nos dá o exemplo quando, afastando-se para o deserto, em penitência e orações, jejuando durante o tempo de quarenta dias e quarenta noites para manter sua aliança com o Pai e sua fidelidade ao plano de Deus a ser apontado aos homens: viver de Sua palavra e adorá-lo com Deus único. 

Por que, poderíamos ainda perguntar, a necessidade de oração, de penitência, de Quaresma? Porque, apesar de toda fé que possamos ter, nossa natureza humana é fraca, e suscetível capaz de cair na tentação. A Quaresma, portanto, é o tempo de teste para nossa fidelidade na resposta do plano de Deus. 

A vitória da vida sobre a morte de Cristo na sua gloriosa ressurreição é confortadora, pois todos nós também um dia chegaremos a esse momento supremo quando toda nossa vida estará diante de nós, não só com as grandes mágoas e alegrias, mas também com a poeirinha dos pequenos acontecimentos. Não teremos mais nada diante de nós, senão essa misteriosa passagem para a eternidade, que se chama morte. A igreja quer que pensemos nesse fim, não para nos assustarmos, mas para tirarmos lições de vida. 

Caros amigos e amigas, diante de tudo isto que ouvimos, façamos a penitência, na Quaresma. Evitemos festas mundanas e ruidosas. Respeitemos a Quaresma, façamos, pelo amor de Deus, algum sacrifício, não só na comida, na bebida, nos divertimentos, mas também na TV. 

Vamos meditar durante o tempo quaresmal nos novíssimos o homem que são: Morte, Juízo, Inferno e Paraíso! E não esqueçamos também a frase que Jesus nos disse: Vigiai e Orai. 



OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711