ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  

Do verbo fez-se a vida


(Foto: Divulgação) /

Outrora ouvi alguém, sujeito determinado que dispensa aposto - visto que a vida nem sempre necessita de explicações para seguir adiante - dizer que o verbo é o coração da oração e a partir dele as demais classes gramaticais desempenharão uma função específica. Na prática, a confusão é instaurada no momento em que o contexto resolve embaralhar as cartas da compreensão, neste caso, de imediato nada fará muito sentido.

Levei anos para compreender a analogia, de fato, não sei discernir se custou-me mais aprender o verbo, ou entender minha função na oração - ora subordinada, ora coordenada.

A morfologia nos ensina que somos semelhantes as palavras e palavras não são tão somente adjetivos, nem tão pouco apenas numerais. Mais do que isso ela detalha que não estamos limitados a uma única função. Antes disso, somos e sendo, em determinados contextos, naturalmente, desempenhamos funções. Somos pais, mães, filhos, irmãos, amigos, vizinhos, alunos e então, nós escolhemos estar subordinados a alguns cargos. Veja bem, somos antes de estarmos. Não somos porque estamos.

Quando colocamos o verbo no período temos a oportunidade de fazer perguntas pertinentes, às quais nos auxiliam com a leitura de mundo e a interpretação acerca da vida. Claro, nem sempre estamos dispostos a refletir e questionar, motivo pelo qual há frases sem verbos, que comunicam a mensagem perfeitamente, entretanto, frases desprovidas de verbos "jamais" serão orações.

Somos palavras expressas por frases inertes e orações vivas escritas em capítulos diários, em construção. Somos sujeitos da nossa própria ação e em nossas mãos possuímos o poder para escrever e reeditar nossa história. Conjuguemos mais "o verbo". Prefiramos ser a estar. E que nosso verbo seja inundado de gratidão.

Stefani Cavalheiro - Pedagoga e graduanda em Direito./




OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711