15202912083430.png
LUTO

Ícone da TV Brasileira, Milton Gonçalves morre aos 88 anos

Foto: Paulo Belote/Globo

O ator Milton Gonçalves morreu no Rio nesta segunda-feira (30) aos 88 anos. A família informou ao portal g1 que o artistava morreu em casa por volta de 12h30min, por consequências de problemas de saúde que vinha enfrentando desde que teve um AVC.

O ator teve o AVC em fevereiro de 2020, enquanto participava de uma feijoada na quadra da escola de samba Salgueiro, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. Na ocasião, o ator ficou três meses internado e precisou de aparelhos para respirar.

O velório acontecerá nesta terça-feira (31) no Theatro Municipal, no Centro da cidade. O horário ainda não foi divulgado.

Nascido em 9 de dezembro de 1933, em Monte Santo (MG), Milton Gonçalves tem uma longa trajetória como ator e diretor. Antes de iniciar sua carreira artística, porém, foi aprendiz de sapateiro, de alfaiate e de gráfico.

Contratado pela TV Globo em 1965, ele formou o primeiro elenco de atores da emissora. Fez mais de 40 novelas e é lembrado por personagens marcantes da televisão brasileira, como o Professor Leão do infantil "Vila Sésamo" (1972), o Zelão das Asas, de "O Bem-Amado" (1973), e o médico Percival, de "Pecado Capital" (1975).

Como ator, também participou de outras produções, como "Roque Santeiro" (1985), "Tenda dos Milagres" (1985), "As Noivas de Copacabana" (1992), "Agosto" (1993), "Chiquinha Gonzaga" (1999) e mais.

Já como diretor, sua primeira experiência aconteceu na novela "Irmãos Coragem" (1970), de Janete Clair. Ele também dirigiu os primeiros capítulos da novela "Selva de Pedra" (1972) e "Escrava Isaura" (1976), uma das novelas mais vistas no mundo.

Seu último trabalho na TV Globo foi na minissérie "Se eu Fechar os Olhos Agora", de 2019. Milton Gonçalves interpretou o menino Paulo na fase adulta. Atualmente, ele está no ar com a reprise de "A Favorita" no "Vale a Pena Ver de Novo".

Fonte: NSC Total 

AVISO: Espaço livre! Para comentários realizados através de terceiros, o jornal se baseia na Lei 2.126/2011 (Marco Civíl da Internet) e dá garantia a liberdade de expressão, comunicação e manifestação de pensamento, nos termos da Constituição. O jornal não se responsabiliza por comentários de terceiros

Continue lendo




ULTIMAS NOTÍCIAS

16121836959090.png
Capa
EDIÇÃO IMPRESSA
Ler agora!
jr.png

| | insta

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809


EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 01 de setembro

Capa