nas-redes.png

EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 18 outubro

Capa
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


UMBANDA

Mãe Cleusa de Iansã abre o coração

RELIGIÃO. A poderosa história da fundadora da Terreira da Rainha Diva Maria Padilha das Almas


Nasci em Governador Celso Ramos, onde permaneci durante um certo período de minha infância. Depois que comecei a receber meus protetores, saí da cidade e fui para o Rio Grande do Sul. Lá comecei a despertar e caminhar na religião afro brasileira, a Umbanda.

Quando eu tinha seis anos de idade, já incorporava Maria Padilha das Almas, Cabocla Jurema e todos meus outros protetores. Minha mãe era muito devota ao espiritismo, mas herdei grande parte dos meus poderes de minha bisavó. Não comandamos os espíritos, os espíritos escolhem a gente. Entrei da religião de cabeça, pois quando percebi todos os protetores estavam me rodeando, se incorporando em mim. Não tive outra alternativa senão caminhar na Umbanda.

 Maria Padilha das Almas era uma mulher do passado, como eu e outras mulheres também são. Era uma guerreira, vaidosa, melindrosa, cheia de poderes. Assim como hoje em dia temos várias mulheres de nível social. Ao morrer ela deixou esse nivelamento social e passou para o plano espiritual.

 Quando minha bisavó morreu, eu tinha seis anos e fui ao cemitério. Quando ela estava sendo enterrada, senti uma radiação muito forte, uma fraqueza no corpo e minhas pernas estremeceram. Percebi que tinha algo estranho e pedi água para minha mãe. Na verdade era Maria Padilha incorporando, pois minha bisa incorporava ela.

 Iniciei os trabalhos aos seis anos. Escondia-me em baixo da cama, mas atendia o pessoal que chegava a minha casa. Abri terreiro em 1969, na Rua Cruz e Souza, no Centro da Ilha de Florianópolis. As pessoas eram atraídas, pois o povo necessitado, no fundo do poço, eram a mim trazidas para que pudesse proteger e ajudar a sair do sufoco. Além de meus filhos de santo, oro por todo o povo, pois o povo é lindo e precisa muito de axé. Todos são necessitados de brilho, portanto, fazemos o bem sem olhar a quem.

 Mãe Cleusa recebeu convite para estrear um programa na TV Razão, proposta que está sendo analisada junto com seus filhos e filhas de santo. Enquanto isso você pode acompanhá-la no facebook da Terreira e em www.jornalrazao.com, onde estão postados os melhores momentos da 18ª Festa em homenagem a Diva Maria Padilha das Almas.

Imagens




As mais lidas do dia

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809

 

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

 

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.