15202912083430.png
INTOLERÂNCIA

Professora recebe ameaças após tocar hino da Venezuela para acolher alunos refugiados

Foto: Reprodução

A diretora da escola Santo André, em Capivari de Baixo, no Sul catarinense, está sofrendo ameaças após iniciar o projeto de executar o hino da Venezuela para acolher os 34 alunos imigrantes do país vizinho. Na segunda-feira (30), os estudantes cantaram pela primeira vez o hino "Gloria al Bravo Pueblo", como antecipou a colega Catarina Duarte.

Entre no grupo do JR e receba notícias notícias em primeira mão ==> https://bit.ly/3ae4HE2

Em conversa com a coluna, a professora Cláudia da Rosa Nascimento Lopes informou que tem recebido ligações telefônicas e xingamentos nas redes sociais.

- São pessoas de outros estados, não aqui da nossa região. Eu recebi ameaças de pessoas dizendo que vão me denunciar ao Ministério Público e pedir a minha exoneração. Além dos palavrões. Outros dizem que estou cometendo um crime contra a pátria, quando a nossa ideia é acolher essas crianças - disse a diretora da unidade escolar.

O hino da Venezuela é tocado uma vez por mês, e os hinos brasileiro e da cidade de Capivari de Baixo, uma vez por semana.

A diretora da escola irá consultar o departamento jurídico da prefeitura de Capivari de Baixo sobre quais providências deve adotar.

Fonte: NSC Total

AVISO: Espaço livre! Para comentários realizados através de terceiros, o jornal se baseia na Lei 2.126/2011 (Marco Civíl da Internet) e dá garantia a liberdade de expressão, comunicação e manifestação de pensamento, nos termos da Constituição. O jornal não se responsabiliza por comentários de terceiros

Continue lendo




ULTIMAS NOTÍCIAS

16121836959090.png
Capa
EDIÇÃO IMPRESSA
Ler agora!
jr.png

| | insta

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809


EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 01 de setembro

Capa