nas-redes.png

EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 18 outubro

Capa
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


POLÍCIA

TIJUCAS: Residências utilizadas por traficantes são demolidas no Jardim Progresso

Um dos maiores problemas enfrentados pelas autoridades policiais para conseguir coibir o crime organizado no Jardim Progresso é o fato de não existir uma saída aos fundos da comunidade. O bairro possuí duas grandes ruas sem saída, o que facilita a fuga dos traficantes quando as guarnições adentram na localidade. Porém, esta realidade está prestes a mudar. 

Ao assumir o comando da Polícia Militar de Tijucas, em fevereiro de 2018, o Major Eder Jaciel priorizou o combate ao crime no conhecido "Sem Terra". Após inúmeras prisões, apreensões de drogas, armas e confrontos armados que resultaram na morte de vários criminosos, hoje o bairro está praticamente livre do tráfico, entretanto constantemente chegam à localidade novos criminosos para tentar tomar controle e restabelecer a traficância. 

Receba notícias pelo WhatsApp do Jornal Razão ==> http://bit.ly/2HWQDwT 

Nos últimos dias a Vigilância Sanitária expediu mandados para que algumas moradias com focos de dengue e que eram utilizadas por usuários e traficantes fossem demolidas. Através de um convênio entre a PM e a Prefeitura de Tijucas, as guarnições deflagraram a ação e demoliram estes barracos. A 

Além disso, a PM auxiliou na abertura de uma quadra que liga a Rua Osvaldo Argino Cordeiro e a Rua Adriel Menezes, no Jardim Progresso. Os policiais também deram o passo inicial, demolindo barracos utilizados pelos bandidos aos fundos do bairro para que, finalmente, seja aberto uma saída aos fundos do Jardim Progresso até o bairro Areias. Para isso será necessário a construção de uma pequena ponte, pois passa um riacho naquele local. 

"É um passo importantíssimo para que não retorne o crime organizado, pois com dois acessos se torna um bairro normal e fica impossível para os traficantes dominarem completamente a localidade. Com a abertura deste segundo acesso se encerra um ciclo do crime organizado no Jardim Progresso", afirma o Major Eder Jaciel. 

A PM também auxiliou no corte de pontos de energia elétrica irregulares, os famosos "gatos". Segundo o Major Eder, a Celesc há muitos anos não cortava o fornecimento de energia por medo de represália por parte dos criminosos. "Os serviços voltaram ao normal desde o começo do ano, antes tinham de pedir permissão através de intermediadores que falavam com os traficantes", ressalta o comandante da PM. 




As mais lidas do dia

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809

 

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

 

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.