nas-redes.png

EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 04 outubro

Capa
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


Saúde

Tijucas enfrenta crise na saúde

CAOS. Hospital São José apresenta dificuldades básicas como organização e atendimento

A saúde pública de Tijucas respira por aparelhos. Não é de hoje que o Jornal Razão recebe reclamações de pacientes que sequer recebem atendimento no Hospital São José. Muitos desistem da consulta, devido a demora no atendimento aos que só podem contar com o Sistema Único de Saúde (SUS). Familiares também estão preocupados com a falta de informação sobre seus entes queridos, repassada pelo hospital. A desorganização é tão grande que apenas para localizar um paciente uma funcionária demorou 45 minutos.

"Fui acompanhar um parente na emergência do hospital e vi muita gente aguardando por horas. Os profissionais disponíveis para atendimento são insuficientes para a quantidade de pessoas que necessitam do serviço. Dá pra ver que os médicos estão sofrendo para lidar com a demanda. Além disso, ainda precisam aguentar reclamações de alguns, muitas vezes sem um pingo de educação". 

Semana passada a impaciência foi tanta que uma pessoa chegou a chutar a porta onde a equipe médica estava, contou uma testemunha.

"Meu marido de 69 anos teve um derrame, essa semana ele caiu da cama e se machucou. Chegamos ao hospital e ficamos esperando quase duas horas apenas para passar pela enfermagem", desabafou uma moradora do bairro Praça, que observou o marido ficar numa cadeira de rodas todo esse tempo.

Ao questionar a recepcionista do local, ela justificou dizendo que são prioritários os pacientes que chegam com o Corpo de Bombeiros e SAMU, mas a questão é: como eles saberão se um paciente necessita de atendimento imediato sem sequer passar pela enfermagem? A forma de chegada deveria influenciar tanto assim?

Em média, os atendimentos estão demorando duas horas para acontecer, dependendo da gravidade da situação.

"Eu cheguei aqui às 7h e ainda não fui atendido (10h30), dá vontade de ir embora, mas o que eu vou dizer para o meu chefe? Se não apresentar o atestado, vou ganhar falta. Fazer o quê... só me resta aguardar", contou um trabalhador do bairro Centro.

Na manhã de hoje (13) o Jornal Razão foi acompanhar o atendimento e constatou que aproximadamente 50% dos pacientes desistiram da consulta devido à demora. Entramos em contato com a direção do Hospital São José e recebemos a informação de que o hospital avalia as denúncias e prestará esclarecimentos assim que possível.




As mais lidas do dia

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809

 

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

 

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.