15202912083430.png
CULTURA

TIJUCAS: Histórias do Casarão Gallotti são contadas em livro infantil

Por Daiane Valentin / Jornal Razão
Foto: Arquivo pessoal

Histórias do Casarão Gallotti serão contadas às crianças tijuquenses por meio do livro "Eu mandava ela brilhar", escrito por Lúcia Peixoto Cherem e ilustrado por Gabriela de Paula Bornatto.

O lançamento será neste sábado (4), no local que é cenário das narrativas do livro. "Espero que nossos pequenos leitores se divirtam com as histórias que aconteceram no Casarão Gallotti e que possam expressar suas próprias experiências no que diz respeito às suas canções preferidas e ao modo como as cantam", conta Lúcia.

No domingo (5), às 15h, haverá uma roda de leitura no entorno do chafariz do Casarão Gallotti. Em um "momento de volta ao passado", relata a autora, "vou contar como foi minha infância lá e vamos ler juntos o texto e saborear as imagens da ilustradora", provoca Lúcia.

Gabriela, que fez um belo trabalho em aquarela, estará presente. "Convido todos a vir e que tragam suas crianças, filhos, sobrinhos, netos para a gente comemorar juntos esse lançamento com café e biscoitos", convida Lúcia.

Memórias

Uma menina passa as férias na casa de sua avó com seus primos. Ouvem histórias, comem os quitutes da região e cantam músicas de carnaval com a letra modificada.

Já adulta, Lúcia rememora esses momentos. "Tijucas me ensinou a ouvir pessoas de vários meios sociais, pois minha avó era aberta nesse sentido, acolhia todos em sua casa, sem discriminação de cor, classe ou religião. Era uma mente aberta e muito generosa".

A escritora ressalta uma característica especial da avó. "Ela tinha muito humor, característica de muitos tijuquenses que sabem rir de si mesmos e sabem contar histórias reais muito espirituosas, minhas preferidas".

Natural de Tijucas, a autora se divide entre moradias em Curitiba e na vizinha Porto Belo, na maior parte do tempo. "Toda minha família nasceu em Tijucas e eu tenho uma ligação muito forte com a região. É um privilégio, na vida adulta, poder voltar a essa casa que hoje é parte do patrimônio cultural da cidade. Vai ser uma volta ao passado, revendo primos e amigos", explica.

Lúcia atuou na pós graduação de Letras da UFPR, Estudos Linguísticos, até 2019. Hoje aposentada, é vice-presidente da Associação de Leitura e Escrita do Paraná, Ler.com.

O livro

"Eu mandava ela brilhar" é, segundo as palavras da autora, uma recuperação da linguagem oral muito rica, vivenciada na casa das férias de sua infância em Tijucas.

A ideia do livro estava rabiscada há muitos anos, quando o filho mais velho de Lúcia era pequeno e ela usava os jogos de palavras que ele fazia. "Como eu sempre fui professora, não tinha muito tempo para me dedicar à escrita para crianças".

Desde 2019, afastada das atividades de ensino na Universidade Federal do Paraná (UFPR), a professora conta e escreve histórias para os netos. "Algumas serão publicadas, outras não", conta a autora.

Em "Eu mandava ela brilhar", tudo é contado como se a autora estivesse conversando com as crianças, por isso a opção por uma linguagem simples, direta, próxima da oralidade. O livro é lançado pela Insight Editora, com apoio da Prefeitura de Tijucas, Secretaria de Cultura, Juventude e Turismo, Secretaria de Educação e Café Jurerê.

Outros livros

Lúcia tem mais um livro projetado, mas ainda não revelou o conteúdo. Doutora em Língua e Literatura Francesa, lançou pela UFPR em 2014 o livro "As duas Clarices - entre a Europa e a América: Leitura e tradução da obra de Clarice Lispector na França e Quebec", fruto de sua tese de doutorado. "A literatura de Clarice Lispector sempre acompanhou a minha vida, seja pessoal quanto profissional. Decidi fazer minha tese de doutorado sobre a recepção dessa grande escritora na França e no Quebec (Canadá) dos anos 70 aos anos 90. Sempre tenho os livros dela perto de mim, são um sopro de vida", conta Lúcia.

Cultura em Tijucas

Com sua experiência em literatura, Lúcia ressalta que Tijucas tem diversos autores. Leopoldo Barentin (in memorian) e Nícia Cherem Ribas publicaram vários livros sobre a Capital do Vale. Nícia é irmã de Lúcia.

"Na minha infância, ouvi muitas histórias do Seu Alexandre Gomes, o Barão de Sacujit, Tijucas ao contrário. Tenho o livro dele na minha biblioteca. Era muito espirituoso e seu livro mereceria uma nova edição", comenta.

Sobre a autora

Lúcia Peixoto Cherem é formada em Letras Português - Francês pela UFPR e doutora em língua e literatura francesa pela USP. Atuou no Programa de Estudos Linguísticos da pós-graduação de Letras, também na UFPR como professora colaboradora até 2019.

Coordenou, enquanto professora da graduação, as diversas etapas do projeto "Ação Integrada pelo Letramento" desde 2008, envolvendo docentes das redes públicas de ensino.

Em 2014, o projeto desenvolvido junto à escola João Gueno, em Colombo, venceu o prêmio VivaLeitura, entregue pelos Ministérios da Cultura (MinC) e da Educação (MEC) e pela Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura.

A autora valoriza muito o trabalho em equipe e gosta de ouvir as pessoas com quem trabalha. E acredita que aprender a ler pode ser também uma aventura coletiva!

A ilustradora

Gabriela de Paula Bornatto é ilustradora iniciante. Graduanda de Design Gráfico na UFPR e de Direito na PUCPR. Fascinada pelo universo dos livros infantis e das aquarelas.

Durante a graduação de Design, participou da empresa Júnior de Design da UFPR e fez intercâmbio na Köln International School of Design: KISD (Alemanha). Também é colaboradora da Nexo Design e Editora Insight.


AVISO: Espaço livre! Para comentários realizados através de terceiros, o jornal se baseia na Lei 2.126/2011 (Marco Civíl da Internet) e dá garantia a liberdade de expressão, comunicação e manifestação de pensamento, nos termos da Constituição. O jornal não se responsabiliza por comentários de terceiros

Continue lendo



ULTIMAS NOTÍCIAS

16121836959090.png
Capa
EDIÇÃO IMPRESSA
Ler agora!
jr.png

| | insta

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809


EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 01 de setembro

Capa