15202912083430.png
Artigo

A primeira infância e seus desafios

A primeira infância é um momento maravilhoso, porém exige maior atenção física e mental dos pais ou responsáveis pelos pequenos. Mesmo os mais experientes não escapam dos desafios deste período que começa na gestação e termina quando a criança completa 6 anos de idade.

Criança só quer ser criança! Por isso é importante respeitar o momento delas. E pensar que tudo o que nós adultos sabemos, eles estão começando a conhecer, desde as pequenas coisas como conhecer o mundo, como as mais complexas que é lidar com sentimentos como tristeza, alegria, frustração e raiva.

Uma hora a criança vai deixar transparecer seus sentimentos mais profundos. Essa, sem dúvida, é uma grande adversidade que todos os pais enfrentam. É a hora da birra desenfreada, dos choros longos e contínuos, é o momento em que a criança se joga no chão, enfim, esses sentimentos podem ser manifestados de diversas maneiras.

O que os responsáveis precisam considerar é o fato de os pequenos estarem aprendendo a se expressar. Nestas idades eles podem encontrar, ainda, dificuldades em se comunicarem, ou em organizarem os sentimentos e posteriormente explicitá-los. O que pode resultar até mesmo em agressões físicas, sim, algumas crianças batem em seus pais na tentativa de dizer algo que não conseguem.

Muitas vezes na correria do dia a dia, os pais não conseguem dar atenção aos filhos, essa também, é uma culpa recorrente.

Em uma sociedade cada vez mais consumista, as horas prazerosas para os pais armarem uma cabana infantil para brincar com os filhos, brincar de pique esconde, contação de história, e outras brincadeiras, acabam sucumbindo. Resultando em crianças mais solitárias.

Este e outros obstáculos precisam ser ultrapassados na paternidade e maternidade, veja.


Principais obstáculos das crianças entre 0 e 6 anos

Entre 0 e 1 ano

  1. O primeiro obstáculo é nascer, visto que muitas complicações podem acontecer durante a gestação e parto.
  2. Depois o recém-nascido precisa aprender a amamentar e fazer seu sistema digestivo funcionar, o que nos primeiros três meses gera muitas cólicas.
  3. por volta dos seis meses o bebê e os pais precisam lidar com o desconforto do nascimento dos dentes, o que causa coceira e até irritação no pequeno.
  4. Juntamente com o nascimento dos dentes vem uma nova proposta o bebê deixa de se alimentar exclusivamente com leite do peito e passa a receber papinha.
  5. Depois disso vem um desafio muito empolgante tanto para os pais como para a criança, aprender a andar. Geralmente isso ocorre quando o bebeê completa um ano, porém pode acontecer antes ou depois, depende muito de cada bebê.

Entre 2 e 3 anos

  1. Aprende a comer sozinho;
  2. Faz muita pirraça, é preciso compreender suas emoções e ensiná-lo a se comunicar;
  3. Imita os adultos.
  4. Começa a falar frases completas, pelo menos cinco.
  5. Gosta de explorar e mexer em tudo o que vê; começa a diferenciar objetos em tamanhos, formas e cores.

Entre 4 e 5 anos

  1. Possui maior coordenação motora, tem o corpo e reflexos mais seguros.
  2. Quer ter mais autonomia como para tomar banho, se vestir sozinho, escolher as brincadeiras e histórias que deseja ouvir.
  3. Pede para ajudar nas tarefas de casa e se sente feliz em ajudar pessoas.
  4. É a fase do "Por que".
  5. Um obstáculo para esta fase é não permitir que a criança passe muito tempo no celular, tablet ou até mesmo na frente da TV.

6 anos

  1.  Já está mais habituada à família, por isso pode começar a responder mal os pais.
  2.  Começa a querer se aproximar mais intensamente de outras crianças. A vida social fica agitada (risos).
  3. Se interessa por cozinhar e quer se envolver em todas as receitas da mãe e do pai.
  4.  Gosta de ser reconhecida pelos pais, é uma fase que exige atenção.
  5. Quer fazer parte de todos os planos da família, o que pode comprometer as horas de namoro dos pais.
  6. Se comunica muito bem, mas pode falar demais, principalmente com os outros da rua.

AVISO: Espaço livre! Para comentários realizados através de terceiros, o jornal se baseia na Lei 2.126/2011 (Marco Civíl da Internet) e dá garantia a liberdade de expressão, comunicação e manifestação de pensamento, nos termos da Constituição. O jornal não se responsabiliza por comentários de terceiros

Continue lendo



ULTIMAS NOTÍCIAS

16121836959090.png
Capa
EDIÇÃO IMPRESSA
Ler agora!
jr.png

| | insta

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809


EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 01 de setembro

Capa