nas-redes.png

EDIÇÃO IMPRESSA

Sexta, 3 de Julho

Capa
Capa

EDIÇÃO IMPRESSA


Pescadores tão puto

Recentemente a Polícia Ambiental lacrou um rancho de pescadores da Praia do Perequê, com o argumento da falta de licença ambiental para a pesca. O rancho, que conta com 15 pescadores, agora está impedido de dar prosseguimento à tradicional pesca artesanal da tainha.  

Todavia, há mais de 20 anos que os pescadores, todos moradores de Porto Belo, se reúnem no rancho para a pesca. A Secretaria de Pesca e Agricultura, que é responsável pela liberação da licença de pesca de arrasto de tainha, alega que não há efetivo para efetuar a verificação e posterior liberação.

Na referida praia existem três ranchos. Apenas um deles conseguiu a liberação. Eles alegam perseguição e cobram um posicionamento das autoridades para resolver a situação, já que pelo menos metade do grupo tem sua subsistência através da pesca da tainha.




As mais lidas do dia

jr.png

| | insta |

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.


Whatsapp
(48) 8453-0809

 

Quem somos | Mapa do site | Webmail | Painel de controle

 

Copyright © 2017 Jornal Razão - Tijucas SC
Todos os direitos reservados.