38 anos.png
OPINIÃO

Entre olhares e dizeres

O olhar afetuoso se tornou importante

Por Katia Zílio

Sabe, leitor, temos vivido tempos difíceis. Não sair, não abraçar e não nos relacionarmos como dantes o fazíamos , deixa-nos tristes.  

Tenho percebido que o olhar nos olhos, por cima desta máscara incômoda nos faz perceber o sorriso nas pequenas rugas ao redor dos olhos. Não são rugas da idade, mas sim sulcos que representam como pensamos sobre esta ou aquela situação.

Sorrimos com a boca ainda, mas não vemos esse sorriso, por isso a comunicação com o olhar ficou tão importante. O olhar suave e generoso está muito na moda. Ter pensamentos bons e olhar para cada um com afeto é necessário. Sim, temos afeto no olhar e isso nos faz mais humanos.

Sair com a máscara é sinal de respeito com o outro e conosco mesmos. Falar com a máscara é ruim e, muitas vezes, não somos entendidos e precisamos repetir o que dissemos. Por isso o olhar afetuoso se tornou tão importante, olhamos para o outro, falamos e nos relacionamos ainda, mas não como antes.

Nas lives e conversas intermediadas pelas plataformas conseguimos ver os rostos, os sorrisos e, principalmente, os olhares. São estes últimos que sempre convergem com a nossa fala, nosso suspiro ou nosso sorriso. Dizer com palavras é fácil, mas falar com os olhos é para quem tem sensibilidade.

Falar e sorrir hoje tem muitos sentidos atrelados ao bem estar que queremos para nós e para outros. 


A Armadilha da Língua deseja muitos olhares sorridentes para você e os seus. Que estejamos juntos em olhares hoje. E presencialmente em breve.

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711