38 anos.png
OPINIÃO

E 2021 começou?

Por Katia Zilio


(Foto: Divulgação)/

Sim, leitor, parece que o ano começou e não começou... Muitos estão com a sensação de que estamos na continuação de 2020. Como é possível? Pela ilusão que sempre tínhamos de que o ano novo significava coisas e momentos novos. Nem sempre foi isso mesmo, mas essa ilusão, alimentada inclusive pela mídia, nos deixava esperançosos quanto ao futuro.

Afinal o que é o futuro?

De acordo com o dicionário, futuro é o tempo que se segue ao presente. Ora veja, leitor, então o que segue, o que vem depois, não necessariamente diferente. Talvez, por isso, a virada de ano sempre foi um "seguir em frente", mas nós a encarávamos como uma novidade, um novo tempo. A pandemia nos trouxe ao sentido de futuro: um contínuo caminhar, um dia depois do hoje.

Seguíamos iludidos que com o ano novo tudo seria novo ou voltaria ao normal. O acordar do dia primeiro de janeiro e os dias subsequentes nos mostraram que futuro é aquilo que o dicionário aponta: uma sequência.

O que esperar de 2021?

Aos esperançosos, que ele inicie (talvez em maio ou junho).

Aos realistas que ele se mostre um ano de luta.

Aos sonhadores que seja um ano de volta ao normal.

Aos céticos, um ano novo já velho...

Mas, certamente, para todos nós, um ano para reforçar nossa condição humana de fragilidade diante da pandemia e do futuro...

2020 foi um ano de perdas, porém foi também de reflexões sobre o que realmente importa a cada um: o olhar, o abraço, a presença (ainda que remota), as amizades e amores, o trabalho e a convivência. Somos humanos e nossa condição de seres sociais sente necessidade de conviver...

Que façamos um 2021 cheio de esperança, amor e paz e que, principalmente, sejamos capazes de sentir um pouco a dor do outro, na característica de humanidade a empatia é mais do que necessária, ela se faz urgente.

Os primeiros passos do ano de 2021 nos mostraram que futuro é seguir... Sigamos, um dia após o outro vivendo com intensidade...

Seja bem vinda Armadilha da Língua a 2021... E que seja de muitos abraços, muitos olhares, muita humanidade.

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711