38 anos.png
OPINIÃO

Reformando bicicletas

Por Sulísia Westphal Román


(Foto: Divulgação)

Em 2020,mais do que nos anos anteriores ficamos cada vez mais enclausurados em nossos endereços. Se antes quase não conhecíamos os moradores de nosso próprio edifício, em meu caso, com cinco andares, admito que conheço muito menos. Os novos então não conhecemos nem o rosto que permanece atrás de uma máscara. Meros cumprimentos quando nos encontramos nas imediações.

Nos últimos meses, chamou a atenção um vizinho que conheço pelo nome: Volnei, como subsíndico por vários anos aqui no condomínio. Hoje faz parte da empresa VIVER BEM - Sindico Profissional e Gestão de Condomínios Ltda. Quase todos os dias está na garagem "reformando uma bicicleta" com muita paciência e alegria visíveis. Lindas!

Fui pensando em várias hipóteses. Não cheguei perto de acertar. Só na última sexta-feira, após uma rodada de pizzas que envolvia minhas netas, ao ar livre, sobre um deck, embaixo de árvores, que ele com sua esposa Nídia organizaram para quatro crianças, incluindo sua filha de onze anos, amiga das minhas netas. Após a refeição continuaram nos balanços do parque queimando suas energias, que parecem não se esgotar. Assim, tive a oportunidade de perguntar sobre as bicicletas e descobri coisas incríveis.

Tudo começou em 2016 quando moradores do condomínio ao se mudarem não levaram as bicicletas pelo mau estado. Pediu autorização para doá-las. Até então toda bicicleta descartada por algum morador era colocada em frente do condomínio e logo desaparecia. Mas sem reforma.

Você chegou a sonhar em ter sua primeira bicicleta?

Volnei diz que ficou motivado ao ler um pequeno depoimento de John Lennon em que ele quando criança sonhava em ter uma bicicleta. Que quando ganhou a sua primeira bicicleta o amor e a gratidão eram tão intensos que a levou para passar a noite ao lado da sua cama. Assim, diante desse emocionante fato, nasceu a ideia em fazer outras crianças felizes. A partir de doações que não param de chegar, muitas crianças vivem emoções parecidas, e que ele, Volnei testemunha.

Projetos se ampliam

Tal ação de generosidade de Volnei chegou até Blumenau e se ampliou. O Rotary Club Blumenau Victor Konder inspirado nesse ato solidário criou a Ciclovia da Alegria, do qual Volnei passou a fazer parte. Projeto este que recentemente organizou um mutirão de reformas de bikes. A Polícia Militar, entre outras entidades se juntou para oferecer na entrega formação sobre a educação no trânsito, aproveitando para formar cidadãos conscientes e responsáveis tanto nas ciclovias quanto como pedestres.

Imitar a ideia

Uma ação solidária que se transformou em hobby. Só este ano foram mais de trinta doações. Existem muitas maneiras de ampliar a ideia estendendo a alegria para muitas outras crianças que sonham em ter sua primeira bike.

Se você não tem a bicicleta para doar, quem sabe, conhece alguém que vai ganhar uma nova e nem sabe o que fazer com a antiga. Que tal dedicar parte do seu tempo reformando bicicletas para doar e compartilhar a ideia com amigos?


Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711