38 anos.png
OPINIÃO

Desintoxicando

Por Sulisia Westphal


(Foto: Divulgação)/

Você acorda. O dia está brilhante. O sol e o som do mar, convidativos para uma caminhada. Prepara um limão, o protetor para as mãos, a água e ao ingeri-la, àquela sensação de purificação, de desintoxicação. Tudo preparado para iniciar um novo dia. Familiares por perto. 

Permanece algo estranho no ar! O que está diferente? É 2021! Máscaras, álcool gel, COVID e desejos infinitos de "COM VIDA". Medos. Distanciamentos.

_ Vó! Você é grupo de risco! Um alerta com muita demonstração de carinho, afeto, de amor!

Em um cenário incrível como o descrito acima, quanto privilégio! Ao mesmo tempo, a dimensão, o peso de 2020, "o ano que parece que não existiu", pesando nos ombros e literalmente inflamando e "encapsulando" tendões.

Quando vivi recentemente o momento em pronto atendimento com injeção na veia por dor no ombro, tive que parar e analisar o que a vida estava dando de recado. Só então percebi, que para uma pessoa que não precisou de um único analgésico durante o ano que... Ufa! Terminou, o peso se instalou. Encapsulou tendões... Gradualmente tive e tenho que ir revendo e liberando "as cargas" que não me pertencem.

Já estou bem! Sinto-me desintoxicando a cada novo dia! Assim, sem dor com visão ampliada sobre os devidos cuidados ainda necessários.

Para você, escolho desejar a maior leveza possível em prosseguir com muita perspicácia para encontrar maneiras criativas em viver bem a cada dia! Escolher a vida nos põe a caminho!

Faça todo o possível para viver e conviver em paz!

A imagem é uma vitrine em Balneário Camboriú que vale como cartão mensagem.

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711