38 anos.png
OPINIÃO

Uma terra promissora

O povo que vive lá acredita no próprio potencial

Por Renata Westphal


Discreta para quem passa e marcante para quem se permite conhecer suas localidades e povo, Santa Cecília é uma cidade que vale a pena ter a honra de se conviver. De população com personalidade forte e batalhadora, que fazem das antigas terras do Corisco aconchegante e envolvente, eu, curitibanense nata que sou, permito dividir meu coração entre os dois municípios.

Fazendo parte do meu convívio desde a infância, quando a cidade era o destino de vendas da minha mãe, Santa Cecília sempre significou carinho e marcou bons momentos. Anos mais tarde, não imaginava que a pequena cidade se tornaria minha segunda casa, e que, hoje, seria meu cantinho de refúgio, onde a família Lucas me acolheu tão bem. 

Próximo a completar 62 anos de histórias, a trajetória do município deixa bons ensinamentos para quem conhece seu passado, mas especialmente, alimenta a esperança de um futuro promissor. É que o povo que vive lá acredita no próprio potencial, investe no desenvolvimento, cresce junto com a sua gente. Embora seja uma senhora de pouco mais de 60 anos, Santa Cecília tem espírito jovem e características marcantes de uma cidade promissora. 

Abençoada desde seu nome e movida pela fé, tão forte em cada ceciliense, a cidade de espírito e magia de interior não se contenta com pouco. De povo forte e unido, que batalha para melhorar a própria casa, eu tenho orgulho em dizer que sou ceciliense de coração e que acredito em um desenvolvimento promissor para as terras vizinhas. Eu acredito nessa história e agradeço por poder escrever pequenas linhas dela.

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711