38 anos.png
ARTIGO DO LEITOR

Inteligência Artificial entra em campo

'O mundo está com medo...'

Por Gaudêncio Torquato - Jornalista

(Foto: Divulgação)/

O vírus mutante da Covid-19 instiga uma bateria de interrogações: as vacinas já desenvolvidas e outras em estágio de testes poderão enfrentar as novas cepas que estão surgindo, aqui e ali, sabendo-se que sua letalidade é bem maior que a do atual coronavírus? A humanidade estará preparada para debelar pandemias mais intensas e cruéis, como preveem cientistas e patrocinadores da ciência como Bill Gates? O fato é que o mundo está com medo, muito medo, e essa constatação, por si só, causa profunda marca na espécie humana. A marca da dor, do desalento, do descrédito nos governantes, da morte.
A resposta da ciência, até o momento, gera esperança. Em praticamente um ano, o abnegado corpo de pesquisadores consegue responder ao clamor da humanidade, por meio de uma coleção de vacinas que deverá se multiplicar. Trata-se de um dos maiores avanços da pesquisa científica em todos os tempos, o que nos leva a inferir que o ser humano ganhará a guerra, mesmo que algumas batalhas sejam perdidas para o inimigo.
A inteligência artificial já começa a fazer presença em nossas vidas, bastando lembrar o reconhecimento da pessoa pela voz e pelos traços, algoritmos que orientam os empreendimentos e sistemas de vendas, enfim. Na educação, a tutoria virtual estará em pauta, detectando as deficiências de cada aluno. No atendimento aos clientes, de acordo com o blog Brasil Westcon, em curto prazo, a inteligência artificial estará, a semelhança de humanos, marcando consultas no salão de cabeleireiro do bairro. Mas eliminará milhões de empregos - motoristas, radiologistas, avaliadores de seguros.
Entremos na pauta de minha análise rotineira: a política. A moral e a ética permearão o foro de debates. Governantes e representantes serão passados a limpo todo tempo. Viveremos em tempos mais abetos, onde minorias subirão ao palanque do discurso político. Ora, esse repertório sinaliza para constante remoção de quadros considerados desafinados com a orquestra social e a respectiva seleção de perfis comprometidos com demandas sociais e compromissos.


Conexão master site.png

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711